Infância e sobrevivência: Como ficarão as novas gerações?

Graças a nossa moderna tecnologia e cultura consumista, o que antes era conhecimento comum foi em grande parte perdido. A maioria das pessoas hoje não sobreviveria uma hora sem os seus Iphones… prefiro nem mencionar o quanto durariam em ambiente selvagem.

Quando eu era mais jovem eu costumava ir a chácara todo final de semana. Lá eu pescava, atirava com estilingue, subia em árvores, aprendia a fazer armadilhas para passarinhos, limpava galinhas e ajudava na horta. Quando cheguei aos meus 12 anos tornei-me escoteiro e lá aprendi muito sobre os conhecimentos mateiros. Fato é, estas  experiências reais  me ajudaram a lapidar quem sou e deu a fundação para tudo o que eu sei sobre sobrevivência. Hoje, quantas crianças saberão como dar um nó de pescador?

Eu com 12 anos no meu primeiro acampamento escoteiro.

O conhecimento real de “como fazer” vêm da experiência. Não vêm de seus equipamentos importados da NASA, seus acessórios touch screen e definitivamente não é algo que você pode ler em um livro (nem em um blog, vale dizer). Habilidades de sobrevivência reais vem de uma história de vida de aventuras e experiências. Sem essas experiências você nunca estará verdadeiramente preparado para sobreviver.

Infelizmente, nós vivemos em um tempo onde a maior aventura que grande parte das crianças vão vivenciar é ver outra pessoa se aventurando no mato (leia-se Bear Grills). Eu acho uma tragédia o fato delas não terem nem a chance de conhecer um pouco sobre o vasto mundo fora de suas casas e cidades. Eles não estão perdendo somente o que eu considero habilidades valiosas e vitais, mas também estão perdendo uma vida de aventuras e diversão.

Não deixe seu filho contar como ele conseguiu “zerar” jogos de videogame como se esta fosse a experiência mais incrível da vida dele.

 Se você tem crianças, leve-os para o mato! Ensine-os a caçar, pescar, trilhar e acampar. Encoraje-os a experienciar as aventuras que uma vez foram parte da vida cotidiana.

Traduzido e modificado da fonte: Off Grid Survival