Qual a importância de conhecer o seu equipamento?

Image

Então amigos, qual a importância de você conhecer o seu equipamento? Não digo isso no sentido de saber o que tem dentro da sua mochila, mas sim no sentido de conhecer os usos daquele equipamento, inclusive dos seus medicamentos, por exemplo:

Quando procuramos por dicas de como montar nossos kit’s de Camping, Sobrevivencialismo, Pesca, enfim… kit’s que usamos por ai, somos sempre alvejados com um milhão de itens que são “imprescindíveis” , itens que se não tivermos possivelmente estaremos condenados à uma morte lenta e dolorosa. Entretanto.

Se pararmos pra pensar, muitos itens que as pessoas indicam como importantes, necessitam de algum conhecimento específico para que possamos usar-los de forma devida, não faz muito tempo que vi um companheiro falando que todo “aventureiro” deveria ter agulha e linha de sutura, amigos, sinceramente nunca tentem suturar uma pessoa sem que você tenha conhecimento pleno do buraco que está cavando,

Art. 129. Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem:

Pena – detenção, de três meses a um ano.

Lesão corporal de natureza grave

§ 1º Se resulta:

I – Incapacidade para as ocupações habituais, por mais de trinta dias;

II – perigo de vida;

III – debilidade permanente de membro, sentido ou função;

IV – aceleração de parto:

Pena – reclusão, de um a cinco anos.

§ 2° Se resulta:

I – Incapacidade permanente para o trabalho;

II – enfermidade incuravel;

III – perda ou inutilização do membro, sentido ou função;

IV – deformidade permanente;

V – aborto:

Pena – reclusão, de dois a oito anos.”

Digo isso para aqueles empolgados que estão loucos por um momento para utilizarem todo o seu conhecimento adquirido via Youtube.

Em outras palavras, de que adianta você ter a agulha e a linha e não saber suturar? Muito provavelmente o risco de infecção que você traria a pessoa seria mais lesivo que o próprio ferimento em si, não invente moda, bote um curativo hipoalergênico se possível, ou estanque e corra pro PS ou atrás de um médico.

Costumam indicar também alguns medicamentos, por exemplo, FENERGAN, ATURGYL, DICLOFENACO SÓDICO, e diria que até mesmo o CLOR-IN, tão amado por todos os aventureiros. Me digam por favor, o que é mais perigoso? Uma picada de vespa ou um maluco te receitando remédios que ele não sabe ao certo pra que servem? Não adianta eu ter o FENERGAN se eu não sei o que é uma reação alérgica, não adianta eu ter um ATURGYL se ninguém do grupo tem rinite, não adianta ter o DICLOFENACO SÓDICO se eu não souber que ele serve pra dor e inflamação, mas e o nosso amado CLOR-IN? Amigos, acho que o uso excessivo de clorin como única fonte de purificação de água pode sim causar infecção por cloro, um cantil normal tem 900ml uma pastilha é feita para purificar 1L, mesmo que seja uma diferença pequena, o uso contínuo desse composto pode causar uma intoxicação mesmo que leve.

Ou seja as chances de se agravar uma situação se tornam maiores quando simplesmente não sabemos o que  estamos fazendo. Amigos, sinceramente “o inferno está cheio de boas intenções”.

E nem vou tão longe, não adianta nada você levar pederneira, rede, barraca, corda, etc. Se você não tiver a mínima ideia de como se usa isso, a natureza não vai ter pena só porque é a sua primeira vez acampando, você não vai achar instruções de como montar a sua barraca em um local seguro no meio do mato, sua rede não vai se armar sozinha, os nós não vão se atar sozinhos, a pederneira não vai iniciar fogo em lenha grossa, testem seus equipamentos, aprendam como usa-los, façam passeios curtos, conheçam o que vocês levam na mochila.

Só assim conseguiremos praticar qualquer esporte “Outdoor” de forma minimamente segura, espero ter passado a informação que pretendia, não sei se todos vão gostar do post, porém acho que é importante conscientizar as pessoas de que é necessário conhecer mais para carregar menos.

Conhecimento não pesa nada.