Review: Faca Nautika Diutac

Trago à vocês mais um review de facas da marca Nautika, desta vez falo sobre a Diutac, uma faca que à meu ver é de combate (tática) mas que é vendida também como Caça e Pesca.


Sinceramente, não consigo visualizar alguém descarnando um animal com precisão com uma faca desse tipo, quem já fez esse serviço, sabe muito bem que se alguma parte do trato digestivo for perfurada a carne toda está comprometida, e convenhamos que com uma lâmina dessas, não vai ser nada fácil livrar a lâmina do caminho das vísceras .

Também não acho interessante como escamadora de peixe… sabemos que existem equipamentos bem mais precisos, em outras palavras… é uma faca para perfurar, fica bem claro que a definição “Caça e pesca” não é mais que uma desculpa para tornar o produto aceitável à um público mais chatinho.

Vamos parar de perder tempo com comentários gerais e falar um pouco mais sobre o corpo dessa pequena, como vocês podem observar é uma faca com um desenho peculiar, diria até que bem agressivo. na união da lâmina com a “coronha” podemos ver que existe um pequeno buraco, que inicialmente aparenta ter finalidades estéticas, observando o cabo, podemos observar que as costas são perfeitamente retas, mais uma vez temos uma característica que aparenta ser meramente estética.

O cabo é bem confortável, tem espaço para os dedos em ambos os lados, e estes são bem espaçosos para garantir que o lado oposto também fique confortável em contato com a palma da mão.

Notem que as facas que uso nos reviews tem marcas de amolação, isso acontece por que odeio os fios de corte que vem de fábrica, nunca estão satisfatórios, então amolo eu mesmo em uma pedra, pode ser paranoia minha mas prefiro do meu jeito.


Como podem ver, a faca é composta por 7 partes, isso se contarmos cada parte do parafuso de fixação do cabo, é uma faca de manutenção simples já que é facilmente montada e desmontada, mas confesso a vocês que fiquei um pouco decepcionado quando desmontei a bichinha, atentem ao detalhe à seguir:

Sim meus amigos, isso foi um tanto quanto “broxante” entendo que isso diminui o peso da faca, também entendo que o cabo é feito de material ABS que tem relativa resistência à chamas, mas por favor, isso é uma faca que deve acompanhar seu dono em situações nem sempre previsíveis, aliás, nem precisamos ir longe, imagino que se essa faca cair de mal jeito, encima de umas pedras, esse cabo vai pro beleléu (claro que vocês devem acrescentar uma altura considerável, se cair da sua mão imagino que não vá ter dano algum ao material).

Como carro parado não vai à lugar algum, vamos seguindo em frente por que muito ainda vai ser dito.

Podemos observar que é uma faca de tamanho generoso, seu corpo é feito de aço inox e segundo a fabricante é feito à mão, são 26 cm de total, sendo que 13.alguma coisa (quase 14) se destinam a lâmina.

Possui 4mm de espessura que se mantêm até o começo do detalhe “Tanto” da lâmina.

De ladinho podemos ver que ela tem 2,5 de  largura, o que também é generoso.

Tem aproximadamente 1cm de espessura no cabo o que também trás certo conforto ao empunhar, e aqui entra uma das coisas mais interessantes dessa faca, e que talvez alguns já tenham percebido.

Vamos relembrar algumas características importantes com relação à esta faca e somar-las, primeiro temos a espessura das costas da empunhadura, somadas as costas do cabo que são perfeitamente retas e ao furinho “meramente estético” que ela possui no apoio de dedão… agora vamos unir com uma corda qualquer estas características à ponta de uma vara … Conseguiram imaginar algo?


Exatamente graças a aderência proporcionada pelo contato do cabo da faca à madeira, com pequenas alterações à vara podemos fazer uma lança de ponta extremamente firme e confiável, e amigos, posso afirmar que em matéria de defesa contra animais, e pesca em lagos rasos e de água calma, nada é melhor que uma lança (“mimimi uma arma de fogo é bem melhor victor…” Okay, consiga autorização para portar uma, e atire em peixes com ela).

Ficaram maravilhados? Okay, vamos falar de resistência, como vocês já viram em posts anteriores testo a resistência do fio de corte das facas com pauladas em uma peça de ipê amarelo, pois bem, inovei um pouco porque vi que as pessoas gostam de dar pauladas em suas facas para cortar tocos ao meio, desde já quero dizer que eu não concordo com isso. Mas, para tentar agradar o seguimento “bushcrafteiro” do blog resolvi fazer este vídeo:

Material usado:

e para finalizar aqui vai uma foto de como ficaram as costas da lâmina, que sofreu pequenas deformações mas não creio que sejam suficientes para causar qualquer dano maior à estrutura da faca.

Agradeço à todos pela atenção.

Espero que tenham gostado.