Mochila de Fuga: Não se esqueça do dinheiro!

Quando montando a sua lista de suprimentos para sobrevivência não esqueça de incluir um pouco do bom e velho dinheiro.

Ao navegar em sites sobrevivencialistas você sempre lê pessoas dizendo que optarão por armazenar ouro e outros metais preciosos, mas por todas as razões práticas eu creio que o dinheiro ainda será o rei durante uma situação de colapso social, especialmente no começo. Enquanto penso que possuir ouro e metais preciosos são boas estratégias de longo termo, ter algum dinheiro extra em sua mochila provavelmente lhe ajudará mais em uma situação de emergência.

E o dinheiro ainda será o rei porque… 

1. A maioria das emergências são de pequenas escalas – Se você tiver que comprar algo em um desastre natural a maioria dos caixas não vão aceitar ouro!

2. Máquinas de vender – Existem milhões de máquinas de vender salgadinhos e refrigerantes espalhadas pelo país. Pode parecer estranho mas já vi pessoas que incluíram máquinas dessas marcadas nos mapas de evacuação.

Ter algumas notas de menor valor na sua mochila pode ajudar você a estocar alguns suprimentos pelo caminho. Claro, os salgadinhos não são as coisas mais nutritivas do mundo, mas em uma emergência ainda são comida (sim, se realmente fosse uma situação ruim você poderia simplesmente quebrar a máquina, mas você realmente quer tanta atenção direcionada a você?).

3. Seals da Marinha Americana – Quando indo a ambientes hostis os Seals sempre carregam dinheiro como parte do suprimento de sobrevivência. Eles fazem isso pois na grande maioria do mundo o dinheiro é o rei. Se eles se encontram em uma situação complicada ter dinheiro pode ajudá-los a comprar armas, fugir da cidade ou até mesmo pagar os moradores locais para obter um esconderijo temporário. Você pode aplicar esses mesmos princípios em um cenário de emergência e ver porque dinheiro é um bom item de sobrevivência para se carregar.

4. Pessoas são estúpidas! – Se o Real entrar em colapso a maioria do país ainda estará sem noção disso e ainda verá o dinheiro como valoroso. As pessoas são condicionadas a ver os papéis de troca como valorosos e no começo do colapso a maioria das pessoas ainda acreditará que ele possui valor.

Nunca se sabe como ou quando as coisas podem ficar feias, espero que você leitor saiba disso e já esteja tomando ações para não ser apenas uma vítima.

Fonte: Off Grid Survival 

Até.

Anúncios

3 Comentários

  • Acho que minha atitudes sempre foram instintivaso. já faz muito tempo que costumo carregar no veículo itens que podem ser úteis em emergências. Lembro-me quando se tornou obrigatório ter no carro um estojo de primeiros socorros. Antes da obrigatoriedade eu já costumava levar um no carro. Como gostava de pegar a estrada com a família, tinha sempre num cantinho da mala uma bolsa com uma muda de roupa para mim, para minha esposa e minha filha que ainda era um bebê, aquela bolsa nunca saía de lá. Um reservatório gom água filtrada sempre estava presente no porta-malas, no porta luvas sempre existiam pacotes de bolachas, algumas balas. Em uma “necessaire” além dos itens usuais havia linha, agulha e botões. Em uma certa ocasião quando ia visitar um cliente, escorreguei e caí sentado em uma poça de lama. O que você faria eu não sei, mas eu fui até o meu carro e vesti aquela muda de roupa, um pouco amarrotada porém limpa. Uma vez na estrada com a família, por conta de um acidente ficamos parados por mais de três e não havia nenhum posto de combusível, botequim, nada havia.. Mas eu tinha aquela água, meio quente mais era água e aquelas bolachinhas. Isso aliviou um pouco a situação e ainda deu pra socorrer uma ou outra pessoa. Certa vez eu e meus cunhados fomos pescar, e como fomos informados que era só jogar a isca e pegar o peixe, o cunhado que liderava o grupo não levou nada para comer. Vocês já podem prever o que aconteceu, no final do dia não pegamos nada e o único que comeu alguma coisa fui eu, tracei todas as iscas que tinham sobrado, eu sobrevivi.. Acho que esta mania de estar preparado para tudo eu aprendi com o meu pai. Êle era militar da Força Aérea Brasileira e todas as vezes que uma viatura o pegava de surpresa para alguma missão, êle apenas colocava o uniforme e jogava o seu saco de viajem nas costas, êle estava sempre preparado. Isto se chama “prontidão” ou seja, literalmente, estar pronto. No nosso caso como civis, nunca estaremos totalmente prontos e sim um pouco mais preparados e isso pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso, é a sua vida que está em jogo.
    Abraços fraternos.
    Vaniel Bittencourt.

    • Vaniel,

      Geralmente muitos dos sobrevivencialistas “natos” herdam este meio de vida de seus pais ou práticas da infância. Eu tenho um avô que viveu muito tempo no mato, sabe caçar e viver muito bem em ambientes selvagens e por isso sempre estive recebendo ensinamentos esporádicos por ele. Aos 12 entrei no escotismo e a doutrina “sempre alerta” é o princípio mais básico da preparação.

      Penso que deve ser difícil para aqueles que nunca tiveram um contato como esses para estabelecer tais condutas, mas nada é impossível se houver esforço e empenho real.

      Abraços.

  • OTIMA DICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s