EVASÃO: MOTIVOS PARA ABANDONAR SUA CASA

Sair ou ficar? Sem dúvida um dos tópicos mais populares na comunidade de sobrevivência. Montar uma mochila de evasão é quase algo semelhante a um rito de passagem entre os Sobrevivencialistas, e adoramos criticar os kits uns dos outros.

Falamos interminavelmente sobre abrigos secundários e mais ainda sobre veículos de fuga para serem usados na sua evasão. No entanto, apesar de toda essa discussão, uma parte bastante crítica do plano muitas vezes carece de atenção.

Falamos muito sobre COMO fazer a evasão, mas frequentemente esquecemos de discutir QUANDO a realizar. Quais acontecimentos lhe servem de gatilho para que você pegue suas coisas e saia?

Pesando Suas Opções

Em primeiro lugar, acredito firmemente que fugir deve ser considerado sua última opção, e não seu plano de ação principal na maioria dos cenários de desastre. Para a maioria de nós, o lar é onde temos o grosso de nossos suprimentos e sair dali com somente uma pequena fração do que armazenamos seria um esforço árduo, para dizer o mínimo.

Claro, podemos colocar todos os tipos de suprimentos em nosso veículo, mas e se a viagem motorizada não for uma opção viável? Dependendo da natureza da crise, as ruas podem ficar intransitáveis ​​devido a escombros ou mesmo bloqueios de estradas feitos por vândalos.

Dito isso, embora não seja a melhor opção em muitos casos, fugir ainda é uma parte importante do planejamento geral de desastres.

Decidindo quando evadir

Decidir quando sair será em grande parte uma questão de julgamento, é claro. Existem muitos fatores que podem entrar em jogo e certamente não podemos planejar com antecedência para todos eles.

No entanto, existem alguns indicadores-chave, chame-os de bandeiras vermelhas se quiser, que deve fazer você pensar que pode ser hora de pegar as coisas e ir para um local mais seguro, pelo menos no futuro imediato.

Agitação civil

Particularmente se você mora em uma área urbana ou suburbana, esta é uma grande pista de que as coisas estão para um lado não muito bom e você pode não querer ficar por ali. Como já disse e escrevi muitas vezes, frequentemente a maior ameaça em uma crise são as outras pessoas.

Se você souber de saques e tumultos que estão acontecendo em sua área, você pode carregar o carro da família e sair da cidade. Agora, uma palavra de cautela, aqui. Eu não posso enfatizar o suficiente a importância de obter informações confiáveis sobre o que está acontecendo ao seu redor.

Uma coisa é se o seu vizinho lhe disser que acabou de voltar do supermercado onde viu uma enorme multidão destruindo as prateleiras. Outra coisa totalmente diferente se ele contar a você que sua irmã disse que o primo de sua melhor amiga foi informado por um cara aleatório na rua de três cidades além de que havia rumores de tumultos acontecendo.

Esta é a razão pela qual um rádio em funcionamento é um elemento crítico de seu equipamento de sobrevivência. Dependendo da natureza do desastre, ficar online com um telefone pode não ser uma opção viável. Um rádio, de preferência um que possa sintonizar transmissões de ondas curtas, pode ser a única maneira de obter informações sobre o mundo em geral.

As lojas não estão sendo reabastecidas

A estatística comum é que a mercearia média só tem estoque suficiente para durar três dias com o volume normal de compra. Na verdade, isso é um tanto enganoso, pois depende dos itens em questão. Os alimentos vão sair rapidamente.

De qualquer forma, se o supermercado tiver que fechar as portas porque acabou o estoque da maioria das coisas, as pessoas ficarão bastante impacientes. Vivemos em uma época de gratificação imediata. Nós nos acostumamos a satisfazer nossos desejos sem pensar muito nisso. Na verdade, as pessoas ficam muito chateadas rapidamente se a loja não tem o item que viajaram para comprar.

Eles exigirão ver um gerente, que é tão impotente quanto o balconista, e terão um ataque porque a loja se atreveu a vender todo o estoque do item sem sequer se preocupar com isso.

Agora, imagine que não é um item banal, mas sim comida. E, em vez de ficar apenas ofendido, o cliente está morrendo de fome, tem três filhos em casa que também estão famintos.

Sim, você provavelmente não quer ficar por ali para ver como isso se desenrola.

Os serviços de emergência estão sobrecarregados

Como vimos acontecer repetidamente em grandes desastres, os serviços de emergência como bombeiros, polícia e resgate podem ficar sobrecarregados. Entenda, eu tenho o maior respeito por aqueles homens e mulheres corajosos que, quando uma crise acontece, correm em direção ao perigo, em vez de fugir. Mas, eles são apenas humanos, e há apenas alguns deles para todos.

Eles não podem estar em todos os lugares ao mesmo tempo, certo?

Por causa dos recursos limitados, não importa o tamanho do departamento, há um número finito de equipes de emergência disponíveis a qualquer momento, o que é chamado de triagem acontecerá.

Basicamente, será necessário tomar decisões sobre quais emergências são mais importantes do que outras. Claro, os despachantes fazem isso todos os dias. No entanto, na sequência de um grande desastre, certamente haverá vidas perdidas simplesmente por causa da falta de pessoal de emergência disponível.

Tomando Atitude

Curiosamente, a coisa mais importante a lembrar é confiar em seus instintos. Se seu instinto está lhe dizendo que é hora de sair, ouça.

Nossas mentes subconscientes muitas vezes chegam a conclusões sólidas muito antes que nossas mentes ativas possam confundir todas as informações. Ficar para fora de casa pode colocar você e sua família em perigo significativo, seja pela crise real em questão ou pelas pessoas reagindo a ela de uma maneira menos do que ideal. Mas, o perigo de ficar em casa pode ser maior.

Texto traduzido e adaptado do site: The bug out bag guide.

7 Comentários

  • Sobrevivente Urbano

    O problema, a pergunta é fugir, evadir para onde??? Se não tiver um lugar definido e seguro não sei se compensa… é trocar uma situação crítica conhecida por outra só que desconhecida… Se organizar com os vizinhos, tentar montar um sistema de proteção e claro, ter estoques e alguma forma de produzir alimentos é uma solução paliativa (eu disse PALIATIVA, antes que alguém comece a criticar). Em todo caso abandonar sua casa, que você construiu e pagou por anos a fio e se lançar no escuro, abandonando tudo para trás, com filhos, parentes, cachorro, etc, etc; é uma decisão difícil, terrível, espero nunca ter que passar por isto !!!

    • Primeiramente saudações Sobrevivente Urbano, Referente ao seu comentário me vem a mente a situação de uns prepers da Venezuela que perderão o time de deixar tudo, eu sinceramente não estou preparado mentalmente para deixar tudo + idade + saúde , me restou me preparar bem materialmente e na fé em Deus

  • Ivano Silva de Oliveira

    Minha preparação já vem ocorrendo algum tempo. Mas parece coisa do outro ou no mundo da ficção para minha esposa e filha. Acham que sou meio maluco ou terraplanistas. Mas não espero por elas. Quando dá merda aí se lembram de mim. Mas é nessa hora que mostro pra elas. Acho que aos poucos vão se dando conta. Kkkk. Saúde e paz para todos.

  • Ivano Silva de Oliveira

    Minha preparação já vem ocorrendo algum tempo. Mas parece coisa do outro ou no mundo da ficção para minha esposa e filha. Acham que sou meio maluco ou terraplanistas. Mas não espero por elas. Quando dá merda aí se lembram de mim. Mas é nessa hora que mostro pra elas. Acho que aos poucos vão se dando conta. Kkkk. Saúde e paz para todos.

    • Eu e minha família estamos terminando de montar nossa B.O.B.. Além dela, realizamos treinamentos em família, baixamos o Zello, Life 360, e estabelecemos 11 rotas de fuga no Maps.Me. Só falta terminar alguns detalhes e trocar o Idea por uma Pajero 4×4.

  • Por que poucos membros deixarão comentário ??? pode ser o modo furtivo ativado pelos dias atuais , com certeza as visualizações são muitas, não se deixe abater, traga sempre ótimos textos para ampliar e relembrar nossa escolha ” sempre preparado ” ps. meu nik e falso ( modo furtivo ativado )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s