Tendência de normalidade: A sua maior ameaça durante desastres!

Sempre que um desastre natural atinge uma cidade, geralmente as pessoas podem ser divididas em dois grupos: aqueles que se prepararam antes do tempo e os que não fizeram isso. As pessoas que não se preparam geralmente operam sob a mentalidade de que tudo vai ficar bem, e que nada de ruim realmente vai acontecer. Eles subestimam o efeito de desastres naturais, não importa quantos avisos sejam exibidos diante de seus olhos! Essa negação do possível perigo durante um desastre é conhecida como viés de normalidade.

O QUE É O VIÉS DE NORMALIDADE?

O viés de normalidade é um estado psicológico de negação que as pessoas entram no caso de um desastre, em consequência do qual elas subestimam a possibilidade do desastre realmente acontecer e seus efeitos em sua vida e propriedade. Sua negação é baseada na suposição de que, se o desastre não ocorreu até agora, nunca ocorrerá.

A razão pela qual o viés de normalidade é tão perigoso no meio de um desastre é que as pessoas que negam o evento vão buscar os que se prepararam para conseguir ajuda. Toda a sua negação significa que eles não têm suprimentos prontos para situações de emergência, e é aí que o desespero se aprofunda.

O viés de normalidade é um estado de espírito que se desenvolve antes mesmo do desastre acontecer e se torna exacerbado quando o evento acontece. Vamos examinar os perigos do viés de normalidade e por que ele é uma ameaça tão grande em situações de risco.

“NUNCA VAI ACONTECER AQUI”

Desastres podem acontecer em qualquer lugar, a qualquer momento. De ataques terroristas a eventos climáticos, os desastres acontecem todos os dias e em todo o mundo. Embora seja impossível prever quando tudo acontecerá, há alguns aspectos muito previsíveis dos desastres naturais que podem informar como você deve se preparar.

Certas partes dos Estados Unidos são conhecidas por eventos climáticos que ocorrem todos os anos em uma base sazonal. Há o cinto de furacões, ou inundações no Centro-Oeste, e todos os anos há pelo menos um furacão que atinge a Costa Leste. Há também as super tempestades que acontecem de vez em quando, e não podemos esquecer a recente onda de padrões climáticos de vórtice polar que derrubam as temperaturas e geram quantidades históricas de neve em todo o Nordeste.

Com tudo isso em mente, seria difícil acreditar que há pessoas nessas áreas que não têm um plano de emergência caso algo aconteça. De incêndios a deslizamentos de terra, tornados, furacões, vórtices polares e grandes quantidades de chuva que levam a inundações… Essas coisas acontecem o tempo todo, então não faria sentido estar pronto?

Qualquer um que mora em uma das áreas afetadas, deveria ter algum tipo de plano. No entanto, apesar de todas as evidências e a natureza sazonal desses eventos climáticos, muitas pessoas não estão preparadas para desastres iminentes.

“EU NÃO TINHA IDEIA DE QUE ISSO PODERIA ACONTECER”

O fato das pessoas admitirem não estarem prontas para um desastre é a primeira bandeira vermelha dos perigos do viés da normalidade. Essas pessoas sabem que os desastres, especialmente os desastres naturais, são iminentes. Eles podem acontecer a qualquer momento e, no entanto, não estão preparados.

POR QUÊ?

Em muitos casos, essas pessoas realmente não acreditam que algo vai acontecer. Não importa quantas vezes você diga a alguém que determinado evento vai acontecer, eles ainda vão negar que serão impactados. Eles são aqueles que ignoram as advertências de evacuação porque “não vai ser tão ruim assim”, então ficam em suas casas durante as enchentes, e, quando as águas passam seus tetos, eles estão em seus telhados pedindo por um resgate.

Pessoas que sofrem de casos de viés de normalidade são aquelas que olham em volta no meio de um desastre e afirmam que não tinham ideia de que algo poderia acontecer, não importando quantas provas houvesse antes.

Infelizmente, enquanto essas pessoas estão lamentando sua situação, elas não estão fazendo nenhum progresso corrigindo seus erros passados. Enquanto eles se sentam em descrença de porque as coisas caíram, eles também estão olhando para ver quem vai ajudá-los.

“POR QUE NINGUÉM ESTÁ ME AJUDANDO?”

O desafio daqueles que sofrem de viés de normalidade é que eles são pegos despreparados no meio de um desastre. Ao invés de se prepararem com antecedência, preferem pensar que não será tão ruim e nada vai acontecer com eles, e assim que as coisas dão uma reviravolta para o pior, eles aprendem como estão errados.

Um exemplo clássico disso é quando o desastre em si passa, as pessoas descobrem que não há comida ou serviços de emergência disponíveis durante um período. Sua primeira ação é perguntar por que ninguém está ajudando. Eles poderiam ter evacuado; poderiam ter embalado suprimentos, e quando tudo desmorona eles se perguntam por que outra pessoa não está os ajudando.

POR QUE VIÉS DE NORMALIDADE É UMA AMEAÇA À SUA SOBREVIVÊNCIA?

Um tema comum em filmes de desastres, seja um desastre natural ou um apocalipse zumbi, é que as pessoas tendem a se dividir em duas categorias: as que estão prontas e as que não estão. Agora, se você for pego no meio de um incêndio no transporte público, ninguém vai culpá-lo por não ter seu kit de emergência pronto. Mas de um modo geral, há pessoas que planejam e outras que não planejam.

Se um grande terremoto ocorrer, pode levar dias até que a ajuda chegue. Isso significa que as pessoas terão que confiar nos suprimentos que tiverem em mãos. As pessoas que não têm comida e água terão que procurá-lo, e, se os suprimentos forem limitados, pode haver tumultos.

Qualquer um que vê que você tem suprimentos vai querer eles. É possível que eles perguntem gentilmente para você compartilhar sua comida e água, mas é mais provável que eles implorem para que você compartilhe enquanto afirma (erroneamente) que você tem alguma obrigação moral de compartilhar seus suprimentos.

Isso representa um grande desafio porque, é claro, você quer ajudar as pessoas, mas também precisa considerar as necessidades de sua família antes de qualquer outra pessoa, e a falta de planejamento deles não é problema seu. Se você se recusar a compartilhar, isso pode levar a mais do que sentimentos feridos. As outras pessoas poderiam recorrer a violência se a situação estivesse desesperada o suficiente, e se conseguissem roubar seus suprimentos, isso o deixaria em uma situação complicada.

Protegendo-se

No final, a única maneira de realmente se proteger das pessoas que lidam com o viés da normalidade no meio de um desastre é estar preparado para qualquer coisa, incluindo para se defender (especialmente seus suprimentos) quando coisas ruins acontecem. Tudo o que você pode fazer é atender as suas próprias necessidades e garantir que você não compartilhe nada, a menos que esteja disposto a aceitar que uma caneca de arroz poderá se transformar em quilos e mais quilos de arroz doado para estranhos despreparados.

Quando o viés da normalidade se transforma em direito e a crença de que o alívio é devido a pessoas que não se preocuparam em se preparar, você descobrirá que o desespero aumentará rapidamente, para piorar ainda mais a situação.

A única maneira de realmente combater o viés da normalidade durante um desastre é tentar convencer as pessoas que você conhece antes do incidente. Se você demonstrar a necessidade de estar preparado, pode inspirar alguém a levar alguns suprimentos para o caso.

Traduzido e adaptado por Welthon Tavares.

Fonte: Off Grid Survival