5 estágios pelos quais todos Sobrevivencialistas iniciantes passam

Existem ciclos para tudo na vida, e no sobrevivencialismo isso não é diferente. Decidir que você quer mudar seu estilo de vida para se tornar um preparador pode ser excitante, divertido, preocupante e algumas vezes te deixar meio louco. Navegando na internet encontrei este belo texto e decidi traduzi-lo para vocês. O objetivo dele é pontuar as diferentes fases que passamos quando estamos começando e então ajudar você a se situar em qual ponto está, aliviando as incertezas e orientando o próximo passo. Vamos lá.

Eu não sou um sobrevivencialista “novo” mas também não sou um cara com muitos anos de experiência. No meu curto tempo trabalhando em busca de me tornar mais auto sustentável e preparado para eventos não previstos, conversando com amigos e colegas, eu percebi alguns estágios muito claros que a maioria das pessoas passam quando estão mudando para o nosso estilo de vida.

Essas fases são opiniões puramente baseadas em observações, nada científico. Por outro lado, vou dar alguns exemplos da minha própria jornada e também algumas informações que coletei de várias fontes. Pegue uma xícara de café e se acomode, este texto será longo!

1. Olhos abertos – O primeiro estágio é quando seus olhos se abrem para o caos que o mundo apresenta hoje em dia. Qualquer evento pode disparar isso: Uma tempestade forte, um terremoto, manifestações na sua área ou no meu caso – ver o Wallmart ficar sem papel higiênico para comprar. Sim, você leu corretamente, nosso Wallmart local ficou sem papel higiênico nas prateleiras pois a entrega atrasou. Mesmo com outros três mercados na área isso causou pânico e as pessoas começaram a comprar desde o mais caro até o mais barato lenço para bebês… As prateleiras ficaram vazias. Isso não foi nem mesmo um desastre e ainda assim as pessoas ficaram desesperadas. Foi um tapa para a realidade.

Existem certas coisas neste mundo que as pessoas nunca consideram. Nosso sistema de entrega ‘just in time’ de comida e outros itens que usamos em casa é um grande exemplo. No local onde eu vivo as lojas possuem no máximo uma semana de suprimentos. O mesmo pode ser dito para as áreas super populosas, onde os estoques podem ser até menores (3 – 4 dias).

E que tal as doenças? Agorinha pouco estávamos falando do Ebola nos jornais. A maioria das pessoas não tem noção de que o nosso sol pode acabar com a energia elétrica no planeta inteiro com uma explosão solar. Que tal ameaças nucleares? Guerra? Uma vez que o sobrevivencialista novato começa a prestar atenção ele tende a entrar em um frenesi de leitura sobre as mais diversas ameaças que nosso país e planeta enfrentam todos os dias e isso pode se tornar uma grande, muito grande, sobrecarga. Isso nos leva ao segundo estágio.

2. Sobrecarga – O segundo estágio acontece depois que o véu foi levantado. A fumaça some e os espelhos foram movidos. Você então começa a pesquisar como um demônio, engolindo tudo que você pode na internet. Sua imaginação começa a tomar conta de você durante o dia e você começa a notar coisas na sua vida cotidiana que nunca tinha visto antes. Aquela pessoa que usa um andador e tem um tanque de oxigênio… Quanto tempo ele duraria se um desastre grande acontecesse? É doloroso pensar isso.

Você vê uma pessoa comprar uma refeição no restaurante, comer um terço e depois jogar o resto no lixo sem nem pensar duas vezes. Você vê o tanto de comida que é jogada fora e se sente enojado. A rua onde você vive é cheia de pessoas que vão comprar comida diariamente ou semanalmente. Eles não tem nada além do que precisam agora. Não há planejamento para o futuro além de uma poupança.

Você nota uma mudança clara na forma que você pensa e vê o mundo ao seu redor. É quase gritante a necessidade dentro de você de tentar acordar as outras pessoas para isso, mas lendo tudo o que você leu até agora, saberá que vão te considerar um doido ou extremista. Você até tentou falar com sua família ou amigos próximos sobre algumas percepções que você teve (como a de que o governo não vai ajudar se caso um grande desastre acontecer) e viu olhos de desaprovação, desinteresse total ou até mesmo tirações de sarro. Ou talvez você seja um dos sortudos onde a família realmente percebe que é inteligente ter alguma coisa preparada para o futuro incerto.

Aqui é onde a maioria dos novatos começa a ficar louca e querer correr para um buraco e se esconder de tudo. A sobrecarga, o sentimento de angústia no estômago pode ser muito para lidar. É possível que você inclusive comece a ter momentos sérios de ansiedade ou pânico. Quando/Se isso acontecer: Respire. Mantenha-se no controle e volte para a Terra. Está tudo bem e, pessoalmente, eu considero isso algo 100% normal, algo quase que saudável.

Pois bem, parabéns! Você entrou em pânico e conseguiu se acalmar, o que é muito importante se caso um desastre sério acontecer em algum momento. A maioria das pessoas vão estar em pânico e correndo. Alguns talvez nem saibam para onde e do quê estão correndo, ficarão irracionais. Aprender como você pode se acalmar e pensar sobre quais os próximos passos te coloca na frente do jogo. Isso nos leva ao próximo estágio: A volta para a realidade e coleta de informações sérias.

3. Coleta de informações – Agora que você voltou para a realidade e percebeu que mesmo que haja possibilidade de uma guerra nuclear ou uma explosão solar acontecer, as chances são pequenas. Você tem uma imagem muito clara sobre o que os outros sobrevivencialistas tem feito para atingir suas necessidades pessoais em cada tipo de clima e possíveis ameaças.

Agora é a sua vez de começar a fazer seus planos tomarem forma. Você passou de apenas armazenar água e comida para uma pesquisa de que tipo de ameaças podem ocorrer especificamente na sua área. Sim, algum país vizinho pode ameaçar e invadir ou detonar uma ogiva no país e destruir a rede elétrica, mas as chances de isso acontecer são bem menores do que a Mãe Natureza mandar uma tempestade fortíssima para a sua casa. Eu não estou tentando minimizar a possibilidade, estou apenas lhe ajudando a ver que é mais benéfico começar se preparando pelas ameaças mais plausíveis como uma inundação ou itens desse tipo.

Você também pode ter notado alguns temas e informações recorrentes como “4 litros de água por dia, por pessoa” devem ser guardados, ou a importância de praticar técnicas de sobrevivência como fogo primitivo, construção de abrigos e métodos alternativos de cozinhar. Você leu várias e várias vezes sobre o quão importante é usar os equipamentos que você compra (Eu não consigo deixar isso mais claro, USE para você aprender a manejar o item agora e não depois que o desastre ocorreu, tempo é tudo!). Você está começando a ver por trás dos sites que espalham medo e os que só querem te vender alguma coisa.

Você começa a se tornar em um viciado em pesquisa e isso é algo muito, mas muito bom. Eles podem tomar os seus equipamentos mas não suas habilidades. Agora que você está armado com bastante conhecimento e considerou as possíveis ameaças, vamos para o estágio quatro. Até este ponto as pessoas que não eram sérias sobre preparação já abandonaram o trem. Ser um sobrevivencialista toma um tempo e energia considerável, é trabalhoso!

Novos preparadores podem ser facilmente convencidos pelos “espalhadores de medo” a comprar itens que eles na verdade não precisam. Esteja atento!

4. Planejamento e implementação – Se preparar será um ato que te desafiará de mais formas do que você pode imaginar. Você terá de saber como fazer listas, se organizar, encontrar bons negócios com fornecedores e aprender a usar estes recursos todos. Essa parte vai levar meses e, sinceramente, ela nunca acaba. É neste estágio onde o dinheiro entra na jogada. Novamente, os sentimentos de sobrecarga podem se empilhar e você pode sentir que a lista de itens necessários é impossível de ser alcançada. Eu não conheço ninguém que tem os meios de simplesmente comprar tudo o que precisam de uma vez só (sem entrar em dívidas pesadas).

Apenas lembre-se o ponto onde você começou muitos meses atrás já está bem distante de você. A preparação é algo que se constrói um pouco de cada vez. Você vai perceber que algumas coisas que comprou no começo foram um péssimo investimento. Adivinha? Todo mundo faz isso, ao menos uma vez. A coisa boa de aprender é que nós temos de tentar utilizar este erro da melhor forma possível para prosseguirmos com a jornada.

Para aqueles que chegaram a este estágio de preparação, a mudança de estilo de vida pode te consumir e cuidado é necessário! Não se deixe estressar e ficar em uma situação  que poderá te comprometer a habilidade de lidar com os reais motivos da sua preparação, que são os desastres. Se eu puder dar um conselho para aqueles que estão neste ponto, seria curta a experiência! Algumas dessas coisas são bem legais, como testar e praticar suas habilidades e equipamentos. Aprender como fazer algo novo ou melhorar os métodos de algo que você já conhece é como uma pequena descoberta, um tesouro para ser adicionado à sua biblioteca de conhecimentos.

5. Ponto confortável de manutenção – O último estágio em que um sobrevivencialista novato entra é o sentimento de confiança, felicidade e controle. Você mudou tanto o seu estilo de vida que, quando você vê quem você era antes, você balança sua cabeça e sorri pensando no quão cego ou ignorante você era. Você entende e é grato pelas mudanças que você (e esperançosamente sua família) fizeram. Existe uma paz que você sente, sabendo que você pode lidar com basicamente tudo que a vida jogar em você. Foram-se os dias em que você estava obsessivo sobre as notícias e especificações de equipamentos. Você ainda presta atenção, sem sombra de dúvidas! A diferença agora é que há um equilíbrio. Agora você lembrou de VIVER sua vida enquanto se prepara. Você regularmente roda seus estoques de comida e água, vai ao clube de tiro para disparar algumas munições e continuar afiado. Tudo caiu em um ritmo, um ciclo que anda como as estações do ano.

Com o básico pronto, você agora pode focar nos outros projetos e hobbies. Enquanto você ainda quer aquele rifle especial, ou aquele equipamento específico, você sabe que consegue viver sem ele. Suas habilidades agora possuem métodos primitivos e modernos. Você está tão pronto quanto realisticamente pode ficar, se movendo em um passo confortável.

Uma conclusão final… A jornada da preparação é diferente para todo mundo. A maioria tem sua própria definição do que é estar preparado e isto é correto. Os passos que eu listei vão tomar diferentes quantidades de tempo para cada um. Algumas pessoas podem passar direto por um estágio, outros podem adicionar um estágio específico para eles. É importante que como uma comunidade todos nós possamos trabalhar juntos para nos ajudar durante a caminhada.

Traduzido e adaptado do blog Homestead Dreamer.

Anúncios

20 comentários

  • Vivo um misto de todos os estágios, é como se fosse um ciclo renovável, cada estágio vem e vai de tempos em tempos, acho isso bom, pois quando penso que estou preparado algo novo surge e me leva a rever algo desde o início e assim vou indo… Mas o melhor de tudo é ter a consciência de que sobreviver é preciso e ter conhecimento é fundamental, pois não existe meio de se estar sempre 100% próximo de nosso abrigo de emergência ou com todos os equipamentos que podem ser necessários em dada situação.

  • Boa postagem! Esclarece com muita fieldade os passos que nós passamos, eu consegui me identificar bem com os que já passei. O sobrevivencialismo, bushcraft, preparação, etc. não são coisas fáceis, eles exigem muito tempo de estudo, treino; sempre estar antenado as novidades e às notícias, apesar de usar bastante tempo, nada que se aprende é inútil. No caminho até o 5º passo, a pessoa já adquiriu muito conhecimento e já consegue se virar bem na prática. Uma coisa muito interessante é o início, quando abrimos os olhos para tudo o que está acontecendo e descobrimos quanta coisa há por aí e então começamos a nos organizar para evoluirmos no sobrevivencialismo e como consequência, evoluímos como pessoas!

  • Eu tenho uma grande vontade de fazer um curso técnico de BushCraft e treinar Parkour.. Entre outros cursos como Primeiros Socorros, e Horta Hidropônica..

  • Eu gostaria muito que me minha mãe me incentivasse, mas pelo contrario ela fala pra eu parar com isso.. Mas se ela realmente tivesse a noção do quanto é importante aprender tudo isso.. Hoje seriamos uma família mais unida, preparada e próspera..

    • Irmão….se depender de apoio externo vc nao vai fazer nada! Aqui em casa é a mesma coisa, parece que só eu prezo pelo bem estar de todos. Faz o que tem que fazer sem esperar o apoio dos outros!

      • Mesma coisa em casa … Dica: Se for pra comprar , trabalhe . Algo que não envolve dinheiro? Vai ter que se virar

        Infelizmente , é assim

  • Abner Crispim

    Pelo visto estou no 2°estágio e ao mesmo tempo no 3°estágio e também entrando no 4°estágio.

  • Mas um excelente texto,
    Hoje posso dizer que estou em um misto entre as fases um a três, pois comecei a ver coisas que realmente não via, me importar com coisas com as quais não me importava, no entanto conseguir conter este sentimento comum de intolerância, como citado, um bom exemplo é passar por um monte de caixotes de madeira(entre outros itens), que vão ser desperdiçados e ver uma grande fonte de energia alternativa que vai pro lixo. Até que estou controlando bem a piração, mas minha angústia é ver que minha família ainda não está junto comigo, mesmo usando das sutilezas abordadas em posts anteriores, mesmo eu tentando abrir seus olhos, mas a luta continua, cedo ou tarde incluo todos no modo de vida sobrevivencialista e ai vou poder pular para outras fases mais tranquilo e com a participação de todos. Enquanto isso vou fazendo minhas pesquisas, estudando muito e tentando aprender algo que possa aproveitar, não só em um senário de crise, como em todos os dias de minha vida.
    Um grande abraço a todos.

  • Ainda lutando para chegar no 5º, mas já no finalzinho do 4º estágio.
    Obrigado mais uma vez, Júlio.
    FORÇA e HONRA !
    CAVEIRA !!!

    • Homestead Dreamer

      I am happy that so many people are finding the value in this article. It was a little controversial when I first posted it. I am enjoying reading the comments from everyone and encourage you to check out my main site http://www.homesteaddreamer.com. Also, I have written a disaster fiction novel that is being talked about a lot because it makes you think and the events in the book could REALLY HAPPEN. Which makes it kind of scary but there is also a message of hope, too! Thank you all!

      LeAnn Edmondson
      ~aka Homestead Dreamer

  • Sérgio Viper

    Muito bom o texto. Acabei de descobrir que me encontro na fase 3.

    Um abraço e sucesso a todos os sobrevivencialistas, iniciantes ou veteranos.

  • Sandro M. Domanski

    Realmente este texto é um presente pra quem tirou a venda dos olhos.
    Eu ainda estou na fase 4 pois agora que estou conseguindo convencer a minha familia da necessidade de preparação e, conforme as condições financeiras permitem, além de ampliação do estoque de alimento e água e compra de equipamento, que no meu caso é sempre um pouco mais caro pois é familiar, ainda vou preparando e inserindo o conceito sobrevivêncialista na vida deles também, inicialmente comecei como uma brincadeira dando algumas pequenas tarefas pra eles realisarem em forma de desafio, hoje ganhei um importante aliado pois o namorado da minha filha está servindo o exército e vem me perguntar algumas coisas e como fabricar algum equipamento em casa pra ele usar nos acampamentos, ai eu coloco todo mundo na roda de conversa pedindo sugestões e dizendo o que está certo, o que já foi testado, comprovado e o que não vai funcionar. Hoje eu sei que até a hora que ficar realmente sério, isso pode vir a ser divertido.
    Julio.
    Quanto a ficar intolerante com certas idéias e opiniões de algumas pessoas, eu fiquei insuportável. Só temos que nos preocupar pra não sermos ridicularisados por nos expormos demais, temos que entender que algumas pessoas não vão entender isso nem mesmo que o mundo lhe caia sobre a cabeça, então, a tolerância é uma virtude que deve ser renovada a cada instante.

  • Danilo Samuel dos Santos

    Não tenho condições financeiras, nem tempo para me preparar de forma mais assídua por assim dizer, mas me mantenho atualizado, pesquiso e estudo para aprender mais, e a pratica quando me sobra tempo de algo(forma de localização sem bussola, fazer fogo sem fósforo ou pederneira), fazemos compras do mês, garantimos abundância para trinta dias ou mais, então, sou um preparador dentro de minhas posses, me peparo para subir na vida, e, para eventuais falhas no sistema…

  • Homestead Dreamer

    Your English is better than my Portuguese haha! It translated over very well and I hope it helps people in some way. If there are other articles you would like to translate over, send me an email at akhomestead.dreamer@gmail.com and we can work it out. Part of my goals (other than owning land to homestead) is to help other people see how much they can do for themselves instead of having to rely on the commercial system for every little thing they need or want. It is more satisfying when you do it yourself!

    Thanks again,

    LeAnn

    • Thanks again! I could not agree more to you. Here in Brazil we are having political and economical problems and people are searching for a different ways to obtain what they need, many of those are becoming survivalists.

      See ya!
      Julio.

  • ótimo texto,pra quem esta começando ficou facil saber que o estagio da loucura é normal e passageiro mas para mim foi dura esta fase

    • Acho que esta fase é dura para todos nós, amigo. Eu fiquei bastante intolerante com as pessoas que antes me dava muito bem por perceber alguns absurdos que eles tinham como verdade. Enfim, vamos em frente. Agradeço o apoio!

  • pelo que eu li ainda estou na fase 2

  • Normally, I would be upset that you copied and pasted my entire article. In this case though, I am honored that you thought it good enough to share with your audience. Hello from Alaska. 🙂

    ~Homestead Dreamer

    • Hello!

      Nice to meet you! I took the liberty to translate the article to Portuguese so that people here in Brazil would be able to enjoy your words too. Survivalism and preparedness here is growing every day so your text is a valuable knowledge to those who are starting.

      Sorry for not asking before doing that! I’ve said on the first lines that i found the text and do not own the rights over it, also linked your page at the end.

      Thanks for your compreension and education!

      Sincerely,
      Julio.

      Ps.: Sorry for the bad english.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s