Armazenamento de gasolina

Um dos pontos mais complicados para se discutir é sobre armazenamento de combustíveis. Primeiro por se configurar como crime e segundo por possuir tantas informações errôneas que quem decide armazenar acaba fazendo isso de forma errada, trazendo riscos para sua família e vizinhança.

Antes de começar, gostaria de deixar claro que não estimulamos ou apoiamos o armazenamento de qualquer combustível, mas é de nossa responsabilidade transmitir este conhecimento para ajudar a evitar acidentes futuros.

Falei mais especificamente da gasolina pois é o combustível mais usado atualmente, porém leve em consideração que todos os combustíveis se aplicam a esta mesma explicação. Segue o vídeo:

Espero que tenha sido clarificador e explicativo o suficiente, quaisquer dúvidas, comentem abaixo.

Até.

About these ads

22 Comentários

Arquivado em Conhecimentos gerais, Sobrevivência urbana, Tutoriais

22 Respostas para “Armazenamento de gasolina

  1. Marcos

    Segundo a Portaria da ANP de 8 de agosto de 2002 o Álcool Anidro e Hidratado tem validade indeterminada. Fala, também, que a qualidade se mantém, por 2 meses a contar da data de comercialização. O teor alcoólico é de no mínimo 99,58 ºGL e sei que o motor queima bem com até 80 ou 88 ºGL, não me recordo bem, ou seja, pode até haver uma perda de qualidade por absorção da umidade do ar se não for bem armazenada (nos postos de combustível o ar entra quado o álcool sai pela mangueira da bomba e levam a umidade para os tanques). Se for bem armazenado pode durar uma eternidade.
    O biodiesel tem o grande problema da água que ele pode absorver ou já haver no depósito. Essa água pode incentivar a criação de microrganismos que degradam a sua qualidade. Nos grande tanques de armazenamento existe uma torneira na parte mais baixa do tanque que permite retirar a água impedindo que os microrganismos possam se desenvolver. Esse simples procedimento possibilita, se me recordo bem, até seis meses da qualidade. No diesel de petróleo os problemas são os mesmos e o procedimento igual, só que ele dura menos que os seis meses do Biodiesel. Outros fatores como a oxidação, quando em contato com materiais à base de cobre,
    chumbo, titânio, zinco, aços revestidos, bronze e latões. Deve-se evitar o uso desses materiais. A presença de ar (oxigênio) nos tanques de armazenamento também pode favorecer a oxidação.

    Espero ter contribuído.

    • Olá Marcos,

      Muito interessante você trazer tais informações, pois não sabia de alguns dados que você citou. Tenho uma pequena quantidade de álcool armazenado aqui e vou testá-la para sentir se ainda está eficaz. Obrigado mesmo pela complementação de conteúdo!

      Abraços!

  2. nilo

    Realmente comparando c/ um veículo a motor, cada um tem a sua vantagem. Bicicleta ñ faz barulho, logo vc ñ desperta a atenção do seu possível agressor. Carros são assaltados, quem está de bicicleta, não. Um veículo a motor possui mais massa, portanto estatisticamente é um alvo + fácil. Outra vantagem, a bicicleta vai onde nenhum veículo alcança, isso a torna um excelente veículo para reconhecimento de terreno. Digo isso pela minha experiencia com ciclismo noturno, realizado em áreas metropolitanas e em cicloturismo. Abs,

    • Marcos

      Desvantagens: Bicicleta tem baixa velocidade e não é possível blinda-las. Escapar de carro ou mesmo de motocicleta de uma perseguição é muito mais provável do que de bicicleta, mesmo os agressores estando à pé. Considere, também, que numa eventual fuga músculos cansam (baixíssima autonomia) motores não. Outra coisa: atropelar um agressor com um carro é viável com uma bicicleta nem pensar.

      • Olá Marcos,

        Concordo contigo, acredito que a bicicleta venha sim a ser muito útil se o cenário for de colapso prolongado.

        Abraços!

  3. nilo

    Armazenar combustível é algo perigoso, visto que Rommel guardava enterrada no solo. Gasolina tem tb o problema do prazo de validade. Acredito que o melhor é fazer todo o seu planejamento com o uso da bicicleta que não precisa de gasolina para rodar.

    • Olá Nilo,

      É realmente algo complicado, porém muitas vezes necessário. Adoro a ideia da bicicleta, o problema é que esta não possui grande capacidade de transporte e não oferece proteção ao individuo que a usa.

      Abraços.

  4. OLHA GUARDA GASOLINA E ARISCADO DEMAIS ATE PARA SE SOBREVIVER EN QUANLQUER TIPO DE SITUAÇAO E SE EXPLODI AI VOCE NAO VAI TER COMO SOBREVIVER MAS SE FOR EM UM LUGAR SEGURO SEM FOGO POR PERTO EU GUADARIA PARA UMA ENERGENCIA

    • Ricardo Lourenço

      Olá Ruan,
      É difícil explicar…. mas viver já é perigoso. Já vimos em notíciários casos de pessoas que morreram de acidente de carro sem nunca dirigirem, casas que incendiaram sem terem uma única gota de combustível, veículos que se incendiaram tendo somente combustível no tanque, pessoas que morreram devido a queda de aeronaves sem nunca terem postos os pés em um avião (estavam em solo). Volto a dizer, o perigo não está no objeto em si, mas da maneira como lidamos com ele, seja um veículo, uma aeronave, uma embarcação, ferramentas, facas, tesouras, machados, cordas, combustível caseiro (álcool, querosene, tinner, água raz, removedor, veneno para rato, ou a mistura entre eles como ácido murático e soda caústica, etc), uma escada, piso molhado, sacola plástica (sufocamento), janela de apartamento (queda de criança), enfim TUDO é perigoso, mas nem por isto vou ficar em um casulo dentro de casa, sem por o pé na rua. O que se deve ter é cuidado em lidar com o mundo à nossa volta, usar equipamentos de proteção, possuir equipamentos dimensionados e em conformidade com o objetivo deles. E se você não souber, não invente, procure se qualificar para utilizar o que propõe (lembra-se do padre voador do Paraná, se não me engano, que subiu aos céus em um balão sem saber utilizar um GPS (não, não era um navegador veícular), com um HT sem baterias reservas….. uma equipe de resgate não chegou a tempo porque havia contato de rádio, mas entre nuvens e sem saber usar o GPS, o padre não sabia suas próprias coordenadas e não conseguiram encontra-lo e ele faleceu de frio (também não estava de roupas apropriadas)). Enfim, É NECESSÁRIO SABER E CONHECER OS MEIOS QUE SE DISPÕE, para reduzir eliminar falhas. Isto é uma das primeiras coisas que se aprende em qualquer curso de sobrevivência ou quando se tem alguma experiência junto a bombeiros, militares, mateiros, policiais, marinheiros, aeronautas, etc. Tenho um galão de aço em casa, lacrado, devidamente protegido, isolado, com extintores, luzes de emergência, etc, para alimentar meu gerador, ambos distantes um do outro. Sou radioamador, tenho a obrigação de manter minha estação sempre em alerta (lembra-se das chuvas nas cidade serranas do Rio de Janeiro), e não posso contar somente com baterias (que também são “perigosas”), sou membro da RENER, da LABRE, radioescuta, possuo curso de bombeiro civil, entre outros e experiência em trilhas e competições pois sou jeepeiro. Volto a insistir junto a qualquer um para que não “invente” de possuir algo com o qual não saiba lidar. Faça um curso, procure profissionais, e sempre, SEMPRE siga todos os procedimentos recomendados, pois foi com a experiência e erros de muitos profissionais que pagaram com a vida ou com parte do corpo, que aquelas regras foram estabelecidas. Descupe Ruan por ter me extendido, mas precisei explicar a relatividade de certas coisas, que álias é com tudo na vida. Abraços.

  5. Ricardo Lourenço

    Se o prazo de validade fosse de 30 a 60 dias o combustível fabricado no litoral do sudeste até chegar ao nordeste ou rincões do país (armazenagem, transporte, distribuição, venda e utilização) estaria imprestável para uso. Já vi combustível guardado a vários anos ser utilizado normalmente em veículos, e o pior, sem virar gelatina. Se fosse assim os tanques de armazenagem seriam verdadeiras “gelatinas”. Claro que ela vai perdendo caracteristicas com o tempo, principalmente se for “batizada”. Quanto ao tanque branco apresentado no vídeo, ele não é tão bom quanto a garrafa PET, e o de aço é insuperável, e o melhor mesmo é o de aço inoxidável. O branco costuma rachar a tampa por deterioração, além de não segurar pancadas violentas, digo isto porque já utilizei este material, inclusive um tanque plástico vermelho importado e próprio para gasolina. O PET é muito utilizado por “mateiros” e o pessoal que fica afastado da “civilização” e o pessoal carente pelo Brasil inteiro. Fiquei surpreso como este material (PET) é utilizado. Há outros motivos para que não se armazenem combustível. E quanto ao perigo ele existe onde a prevenção é mínima. O mesmo acontece com outros produtos que temos em casa e oficinas como alcool, querose, tiner, removedor, material de limpeza, ácidos, remédios, bebidas alcoólicas, facas, tesouras, machados, armas de fogo, veículos, etc. É só alguém não tomar o devido cuidado, ou deixar um incapaz manusear que o estrago será certo. Sugiro que quem queira se tornar um sobrevivencialista tente aprender também com um militar (prático de campanha), escoteiro, ou simplesmente passe um tempo com um cidadão que não possui recursos e sobrevive por este Brasilzão afora. Você ficará impressionado(a) como muitos deles conseguem ser criativos e aproveitar e reaproveitar bem o material que possui. Abraço a todos.

  6. cassilda

    Creio que uma dica interessante também é manter um extintor de incêndio apropriado para combustíveis na sua casa.

    • Ricardo Lourenço

      Pois é Cassilda, claro, eu tenho dois extintores de pó químico de 6kg em casa, estrategicamente instalados e outro de 6kg e um ABC de 1kg no Jeep. Evidentemente quando se tem produtos que podem causar maior risco, devem ser adotados procedimentos de segurança (armazenar adequadamente produtos químicos, remédios, facas, machados, ferramentas, etc,) além é claro de meios de se proteger de seus efeitos (equipamentos elétricos que possam causar incêndios por exemplo). Tenho a obrigação de manter meu gerador sempre pronto para uso, com toda segurança.

  7. Henrique Biasoli

    Olá Júlio!
    Parece que gasolina fabricada atualmente (cheia de alcool e outros aditivos) não pode ser armazenada, em Perl Harbor, se os japoneses tivessem atingido os depósitos de combustível os Americanos teriam perdido a guerra, tamanha quantidade estocada. E# voce que mora perto da fronteira sabe que a gasolina do vizinho é melhor que a nossa. Abraço.

    • Fala Henrique,

      Isso realmente é fato, pode ser que a gasolina mais “pura” seja de validade mais estendida. Vale lembrar que a gasolina não só é melhor como é ridiculamente barata… No Paraguay encho o tanque por 80 reais.

      Abraços.

  8. Alex

    Caro amigo Júlio, desculpe, mas acho que essas informações que a Petrobras fornece são falsas, talvez no sentido de não incentivar ninguém a guardar combustíveis. Eu posso garantir com certeza que pode-se guardar sim combustíveis por tempo indeterminado. Aqui no meu sítio tenho uma bombona com 200 de álcool guardado desde 2007, já fazendo então quase 6 anos. E ao utilizar em meu veículo à álcool, funciona normalmente. Tenho óleo diesel também já à uns 2 anos para usar num microtrator (Tobata) e funciona também perfeitamente. E o mesmo vale para uma gasolina que já tem uns 2 anos.

    • Olá Alex,

      Realmente seu ponto de vista e informações fazem sentido. Porém a minha maior fonte de pesquisa foi de fora, e encontrei a mesma validade. Não quer dizer que a gasolina não funcionará, mas perderá octanagem, terá combustão mais lenta e deixará resíduos no motor, o que a longo prazo pode causar danos. Fato é que, durante a pesquisa, encontrei muitos dados contraditórios e preferi ficar com os que mais eram citados! Obrigado pela complementação!

      Abraços.

  9. Existe um trator, que foi criado na Alemanha durante a primeira guerra mundial que era movido a banha de porco.
    Vi ele a poucos dias na Expodireto, devia fazer uns 10km por porco. rsss

  10. Arthur

    Acho que falta um vídeo ensinando a converter a fonte de energia do veículo. Lembro de um caso sobre uma região da Europa na WW2 que pela falta de gasolina botaram caldeiras nos veículos civis. Não sei se algo assim funcionaria hoje, mas é interessante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s