Projeto: Horta suspensa

Visto que muitos afirmaram que gostariam de ver mais vídeos voltados à sobrevivência urbana, tive a ideia de fazer um projeto bem simples e que todos podem ter em suas casas, a horta suspensa.

Este projeto visa basicamente o treino em agricultura, ou seja, uma prática que irá aprimorar suas técnicas para plantar sua própria comida. 

Apesar do projeto que vou lhes mostrar ser algo de pequenas proporções, ele vai poder ensinar a todos que o fizerem os princípios básicos no cultivo de plantas, que se referem à: germinação de sementes, cuidados relacionados à água e sol e também as especificidades de cada tipo que você plantar.

Segue o vídeo, espero que gostem:

Segue abaixo a versão resumida e a demonstração de cada etapa de maneira mais direta:

Pois bem, sabemos que uma das grandes bases do sobrevivencialismo é a preparação, ou seja, armazenar alimentos e itens importantes para manter você vivo. Porém, devemos saber que um dia seu estoque vai acabar (mesmo que seja enorme) e se a crise em que você estiver imerso ser de proporções muito intensas, vai exigir de você uma capacidade a mais: a de produzir seu alimento.

Pensando nisso me surgiu a ideia de fazer uma pequena horta suspensa em casa, com materiais que podemos comprar em qualquer loja de construção e que possa nos dar um gosto do que é cultivar legumes e temperos. Vamos então aos passos:

1 – Adquirir um cano PVC

Você deve buscar um cano que seja de um tamanho mínimo de 100mm de diâmetro para que seja possível plantar alguma coisa nele. A dica é, quanto maior o cano, maior serão os legumes que você poderá plantar no canteiro, porém o valor do cano também é maior. No meu caso, adquiri um de 200mm de três metros de comprimento, pagando um valor de quarenta e seis reais.

Cano de 200mm

 Lembre-se de procurar um cano com a espessura de parede suficiente para que ele aguente o peso da terra dentro após você fazer os canteiros.

2 – Cortar os canos em formatos de canteiros

Com uma serra tico tico ou uma ferramenta de corte, corte os canos nos formatos dos canteiros, os dividindo pela metade.

Cano cortado em formato de canteiros

Lembre-se de passar uma lixa nas bordas cortadas para tirar quaisquer elementos pontiagudos e assim evitar machucados.

3 – Faça furos para drenagem de água

Faça pequenos furos ao longo do canteiro para que a água possa sair dele após toda a estrutura estiver montada.

Cuidado ao manusear a furadeira, o cano faz a broca escorregar bastante

O ideal é fazer furos relativamente pequenos e com um espaço bom entre eles. Eu os fiz com 5mm de diâmetro e dez centímetros de espaçamento entre cada um.

4 – Adquira e coloque os suportes nas paredes

No meu caso utilizei os suportes para estantes e os coloquei na parede para sustentar os canos, qualquer suporte serve, desde que aguente o peso dos canteiros.

Suporte sendo fixado na parede

Lembre-se de utilizar parafusos bons, que também suportem o peso da estrutura toda.

5 – Faça as contenções para serem colocadas nas “bocas” dos canos

Inicialmente busquei por aquelas tampas de PVC feitas exatamente para selar os canos, porém devido ao tamanho deste cano cada uma de suas tampas sairiam cinquenta reais, logo, optei por uma alternativa mais barata. Utilizamos um molde de compensado com tratamento à prova d’água (selante e verniz) para esta tarefa.

Lembre-se da importância de deixar a madeira à prova de água

Para fixar basta prender parafusos nos dois lados das extremidades do canteiro e se possível utilizar um pouco de cola para segurar a peça melhor ainda.

6 – Passe um arame para segurar os canteiros nos suportes

Utilize um arame de boa espessura (cerca de 1mm já basta) para prender os canos nos suportes. Para isso fiz furos nas bordas dos canos para trespassar o arame por dentro deles e utilizei os furos dos suportes nas estantes para prendê-los. Basta unir as duas pontas e apertar com alicate.

Arame trespassado entre os canos e preso ao suporte

Cuidado para não apertar muito ou os canos ficarão inclinados.

7 – Insira pedras no fundo dos canteiros para auxiliar na drenagem

Utilize pedras de tamanhos variados para facilitar o escoamento de água de dentro do cano, no meu caso, utilizei pedaços de entulho que tinha aqui em casa.

Inserindo as pedras no canteiro

Faça uma “cama” de pedras para ajudar no processo, porém não coloque muitas ou perderá profundidade em demasia no canteiro.

8 – Coloque a terra

Agora, basta inserir a terra no canteiro e iniciar o plantio!

Coloque bastante terra no canteiro!

Busque por uma terra já adubada e pronta para o plantio, vai facilitar sua vida!

UPDATE: Devido à chuva intensa que atingiu a região onde moro, descobri que essas pedras que coloquei não são boas o suficiente para efetuar a drenagem (como havia pensado). Adicionei então as orientações do comentário da Lara (abaixo), comprei pedras de aquário para colocar e também misturei a terra com areia, segundo orientações da leitora Lu. Vamos ver no que vai dar… postarei para vocês quando a horta estiver produzindo.

___________________________________________________________________________________________________

Espero que vocês tenham gostado dessa ideia, sei que não está perfeita mas foi o que pude pensar para fazer aqui. Gostaria que vocês me dissessem o que acharam e quais são as melhoras que posso efetuar na horta, para assim irmos aprendendo mais e mais dessa prática tão prazerosa e importante.

Pelos meus cálculos posso ter cerca de vinte e quatro pés de alface nesse pequeno espaço! Hortas suspensas darão ao morador urbano uma forma de entrar em contato com essa atividade sem precisar se deslocar ou comprar um terreno com espaço. Lembre-se que quanto maior os canos, maior será sua produção!

Assim que tiver a horta estiver à ponto de colheita, postarei as fotos dela carregada de alimentos para todos poderem ver.

Até.

About these ads

40 Comentários

Arquivado em Comida, Nossas Experiências, Produção, Sobrevivência urbana

40 Respostas para “Projeto: Horta suspensa

  1. Valmir

    boa noite, gostei muito da horta, mas onde encontro esse tipo de cano sou de sp capital?

  2. Boa tarde!
    Achei bem interessante, meu filho de 5 anos adora alface e tomate, é essencial ter sempre isso em casa para refeição dele, tomate eu já avia plantado mais alface não, então nada melhor do eu e meu pequeno juntinhos plantar oq vamos comer, e para as mamães que estão lendo meu comentário, essa atividade é muito estimulante para eles no geral, e cá pra nós, criança adora terra!

  3. Rita marques

    Olá, Boa noite!
    Gostei muito da sua idéia. Estava procurando no Google, “o que plantar em pequenos espaços”, e cheguei aqui.
    Parabéns! Principalmente, porque além do vídeo, vc transcreveu todo o procedimento. Sou deficiente auditiva, e muita coisa eu não entenderia, se só visse o vídeo. Obrigada!
    Como faço para continuar acompanhando o progresso da sua horta?
    Sem mais
    Rita Marques

  4. Pingback: Quanta comida pode-se produzir em um espaço urbano? |

  5. Paulo

    Outra coisa interessante que havia esquecido de citar é que existem detrminadas hortaliças pouco conhecidas, algumas com ALTO poder nutricional, muito melhores do que as mais conhecidas como alface, etc.. Você poderia dar uma pesquisada nas espécies e no futuro tentar alguma(s) dela(s) na horta suspensa ou no seu projeto mais novo de hidroponia..

    Veja: http://www.conselhos.mg.gov.br/uploads/1/cartilha_hortalicas_nao_convencionais.pdf

    Receitas: http://www.abcsem.com.br/docs/cartilha_hortalicas.pdf

  6. Paulo

    Tem uma outra fina também.. Alguns itens hortículas como alface por exemplo convém você plantar com sementes num balde com terra separado (sementes pequenas.. Por volta de 900 sementes por grama) e quando as mudas estiverem maiores você seleciona as melhores mudas e transplanta para distâncias pre-estabelecidas no tubo de PVC ou em outro (garrafa PET) que seria o local definitivo. A alface pode ser colhida e replantada (fazendo um clone através das raízes) preferencialmente em outro cano e no cano que tirou a alface fazer uma re-adubagem e então colocar outro item hortícula lá, fazendo uma espécie de rotação de cultura.

    Lembrando que o adubo pode ser homemade e de qualidade igual ou até superior ao dos comerciais.. Algumas dicas podem ser obtidas via google, por exemplo: http://dasementearvore.blogspot.com.br/2011/01/adubos-caseiros.html

    Uma coisa interessante é adicionar um POUCO de boro (como ácido bórico, se compra na farmácia) quando for preparar o substrato para as plantas, já que o solo Brasileiro em geral é pobre nesse micronutriente.

  7. poxa mano parabéns seu video é muito explicativo além de criativo vc tem paciência de explicar fiquei aqui aqui muito grato por ver o seu video obrigado

  8. Pingback: Projeto: Horta hidropônica vertical em PVC (Pt. 1 – Construção) |

  9. po cara muito legal a sua ideia eu conciguin

  10. Samay Siqueira

    Oii, muito legal sua ideia, porem não consigo acha as fotos de como ficou as suas plantinhas… me mostre o link, obrigada pela ideia

  11. Geovanni

    vou tentar fazer isso em casa. Valeu

  12. vale das hortas

    que legal essa sua ideia .

  13. boa noite julio, nao querendo te desanimar sobre a parreira de maracujá mas acredito que nao de certo pois ja plantei em vaso e
    cresceu muito e deu belas flores, só que por ser numa varanda acredito que nao houve besouros suficiente para polonização e as flores simplesmente caia ai tive que arrancar e jogar fora o meu lindo pé de maracujá, se vc tiver alguma dica sobre a polonização indique me por favor, quanto a horta uspensa que copiei de vc ja esta linda, tem couve coentro alface ruculas e o tomate ja esta cheio de flores, qualquer hora dessas eu posto uma foto, bjs.

  14. Marcelo Santos

    Muito legal.
    Na verdade a sociedade de modo geral, necessita de pessoas que estejam preocupadas com o futuro da nossa humanidade, e que possam está contribuindo significativamente para a perpetuação da nossa espécie e para a disseminação destas informações. no entanto, poucos os que fazem a diferença, e voçe amigo é uma delas.

    Fico muito grato em saber que temos profissionais que estão desenvolvendo trabalhos deste tipo na nossa comunidade.
    Sou técnico Agropecuário aqui no sul da Bahia e gosto muito de contribuir para este novo paradigma na sociedade atual: o desenvolvimento sustentável…

    Abraçosss

  15. maria valci de lima

    Muito bela as técnicas, ideia genial, parabéns!

  16. boa noite Julio, adorei sua horta suspensa, fiz a minha em madeira mas achei que ficou muito gabiarra então vou comprar as prateleiras e mudar os canos para elas, fica mais facil limpar o chão da varanda pq terra faz uma sujerinha bem gostosa.
    tenho uma horta legal em mongaguá mas quando estou em sampa sinto falta do meu verde de la e foi porisso que procurei algo na internet e encontrei voce, acho maravilhoso ver um jovem se interessando por algo desse genero, parabens garoto.

    • Olá Tereza!

      Ainda bem que você fará com os canos, fica muito mais prático e durável também! Obrigado pelo apoio, se há algo que adoro é o cultivo de plantas e criação de animais.

      Abraços!

  17. pinto

    oi boa tarde.a tua horta esta porreira,se quiseres uma coisa que te renda mais um pouco pois vais montando aos poucos e claro. a um site que eu costumo a ir ver enes de coisas e la tem uma coisa que eu ainda nao fiz mas para futuro vou fazer. o site e este instructables nao sei se ja conheces e um site amaricano da uma olhada.
    http://www.instructables.com/id/The-72-Plant-Vertical-Garden/ ve este aqui um futuro progeto meu tb. de momento nao da mas vtou ja com ideias e precos a ver. abraco

    • Olá Amigo!

      Obrigado pelas indicações, o site é muito bacana. Continue acompanhando que logo postarei mais alguns posts sobre cultivo de plantas!

      Abraços.

  18. Emiliosp

    Boa tarde Julio!
    Uma dica bem eficiente que estou usando ha algum tempo em vasos é isopor para fazer a drenagem.E no caso de uma horta suspensa,ajuda muito pela leveza do material.
    Estou começando fazer a minha horta suspensa,e vou utilizar as garrafas pet no lugar do PVC para ficar mais fácil a manutenção,porém tenho planos de um canteiro para alguns legumes e achei interessantíssima a utilização dos tubos de PVC.
    Parabéns pelo projeto!
    Abraços

    • Olá Emilio!

      Nunca imaginei que o isopor fosse bom para drenagem, vou tentar aqui em casa! Fico feliz que tenha gostado do projeto.

      Abraços e boa sorte com a tua plantação!

      • Emiliosp

        Olá Julio!
        O isopor é ótimo para drenagem e é utilizado também no cultivo de orquídeas em vasos,pois permite que a água escoa e que as raízes das plantas respirem.E é um material super barato e fácil de encontrar,só temos o trabalho de quebra-lo em pequenos flocos.
        Gostaria de aproveitar a oportunidade de contato e parabeniza-lo pelo blog e pelas informações muito ricas!
        Abraços!

  19. Gente do sobrevivencialismo, gostaria de fazer um grande desabafo, eu amo, amo mesmo sobrevivencialismo, de paixão, mais eu não sou ninguém para praticar sobrevivência, minha cidade não tem exercito e eu não sei de nada, e isso é o que eu mais amo na minha vida, estou desanimado por que tem tanta gente ai do exercio militar que sabe tanta coisa, e quem sou eu para tentar saber ao nível de tais, eu não quero e nem vou desistir desta pratica, mais estou desanimado a este ponto, de que tantos por ai sabem, e eu tentando aprender, me deem alguma dica me ajudem, sei la vocês são pessoas bem alto consciente, preciso de alguma ajuda neste ponto.
    eu posso chegar a ter nivel de conhecimento do exercito com isso, minha outra grande paixão é o exercito, isso tudo esta ligado um ao outro.
    não me deixem sem resposta me ajudem!

    • Olá amigo!

      Não desanime não! O ideal do sobrevivencialismo é que todos possam fazer o possível para se proteger, sejam militares, civis, ricos ou pobres. Eu gostaria de sugerir que você iniciasse a leitura de posts mais antigos aqui no blog para que você vá entendendo um pouco mais da prática, e conforme as dúvidas forem aparecendo você comenta nos posts que em e que elas surgiram que nós vamos tentando responder ok?

      Abraços!

    • marcelo jose

      cara nao desanime , vc tem q aprender para vc , sendo militar ou nao , eu mesmo sou boia fria , e adoro o assunto pq mais cedo ou mais tarde vc sempre usara uma das tecnicas , a dica é leia muito e pratique bastante , eu mesmo pratico quando vou pescar com os amigos , eles acham bobeira ,mas o importante é aprender e depois q aprende ,ninguem tira isso da gente

  20. sei que não é de muito boa qualidade mais, garrafas pet também seriam uma boa alternativa, no caso das pet, poderíamos uni-las e fazer uma horta maior e mais barata…
    ou ate mesmo baldes grandes de manteiga que utilizam em super mercados ou padarias, eles vendem aqueles baldes por mais ou menos 1,50 ou 2,00 cada um, fazem uma união deles daria uma grande horta…

  21. Lu

    Julio Cheda
    Parabens pela sua explicação! Foi bem detalhada.

    Seguindo seus conselhos dados no fórum sobre horta suspensa com garrafa pet, eu fiz esta horta em casa, mas com algumas variações das que foram mostradas pela internet. Pesquisei bastante antes de fazer a horta. Inclusive tirei dúvidas com uma pessoa que é formada em agricultura. Ele foi meu professor do curso básico de 20 dias de agricultura orgânica.

    No meu caso, plantei alface, couve e tomate nas garrafas pet. Elas estão na fase de crescimento. Assim que tiverem grande e prontas para serem consumidas, eu posto no fórum. Eu plantei cerca de 18 pés gastando mais ou menos 10 reais com corda para pendurar as garrafas. Enfim, bem mais barato que este projeto com o cano.

    Eu misturei areia+terra normal+humus de minhoca+terra adubada que comprei pronta. Mas o meu professor ensinou que podemos usar 1/3 de areia + 1/3 terra normal + 1/3 de esterco (galinha ou vaca ou minhoca) na hora de preparar a terra….

    Bom, é isto. Mais uma vez, parabens por tudo! Tenho aprendido muito aqui!

    • Obrigado pelo apoio Lu!

      Bom saber que você também está praticando. Eu vi o projeto de garrafas PET porém queria fazer algo diferente, e o resultado foi esse! Hoje deu uma chuva enorme aqui e descobri que tenho que melhorar as pedras de drenagem (Como a Lara havia me aconselhado)… vou aproveitar e misturar a terra com areia também, visto que não havia feito isso anteriormente.

      Abraços.

  22. cellostec

    Beleza Júlio, parabéns ! Devido aos furos de drenagem serem relativamente pequenos pode “fechá-los” com buchinhas de algodão ou mesmo pano. Outra dica é o cuidado com o excesso de sol pois os canteiros são pequenos e podem “torrar”. Para alface umas 4 horas creio ser suficiente.

  23. Você vai notar que no segundo plantio o alface vai retornando ao estado selvagem (taloso e amargo). As sementes surgem de umas flores amarelas agrupadas em cacho. Isso ocorre com outras plantas. Ainda não sei como são tratadas as sementes.

    • Olá Paulo,

      Não sabia desta informação, vou tentar me informar melhor sobre o fato. Será que não existem variações que não causam esta situação?

      Abraços.

      • Das verduras que eu plantei só a couve e o brócolis comum não voltam ao estado selvagem. Tenho cultivado apenas cogumelo shimeji ultimamente, mas pretendo usar esse sistema dos canos pra plantar arroz.

  24. Com a grana que vc economizar com a quitanda, compre ma bela duma pá da tramontina!
    Com um balde com tampa vc faz a composteira… e na volta duma ida pro mato vc contrabandeia umas belas dumas minhocas “vermeias” e faz um minhocario.
    Do ladinho uma gaiolinha de codorna, umas 10… VIXI vailonge isso se deixar!
    Sobreviver
    Subsistir
    Sustentabilidade
    Suprimentos
    Sabedoria!

    Recomendo sementes feltrin são ótimas na ausencia de sementes crioulas!

    Parabéns pelo projeto Julio!

    • Opa Batata!

      Concordo contigo, aqui em casa é um pouco difícil de contabilizar isso para redirecionarmos essa economia, mas pode ter certeza que tenho outros projetos para aquele lugarzinho! Como não tenho muito tempo hábil não vou arriscar colocar animais, mas ainda tenho outras idéias. A próxima que efetuarei será uma parreira de maracujá que ficará no muro do lado externo à aquele quadrado, mas mostrarei para vocês assim que a efetuar.

      Abraços.

    • Lu

      Batata, vc sempre recomenda esta pá multiuso da tramontina, mas ela é difícil de achar. Onde vc encontrou?

  25. Excelente idéia. Adorei. Parabéns.
    Eu tenho uma sugestão prá vc: achei seu predregulho muito grande e talvez não impeça a perda de terra através dos drenos de água e pode atrapalhar o enraizamento das plantas. Sugiro vc colocar aquelas pedrinahs de aquário e, por cima das pedrinhas, colocar uma manta de bidim, que vc encontra em lojas que vendem vasos e plantas. Por fim, coloque a terra. Para manter a umidade da terra, depois de brotadas as suas sementes, vc pode colocar fibra de coco.
    Não esqueça de nos mostrar a horta funcionando!!
    Tenho aprendido muito com vc, com o Batata e com o Giuliano.
    Mais uma vez, parabéns! :-)

    • Olá Lara!

      Pensei a mesma coisa, mas decidi arriscar da mesma forma…rs. Queria terminar o projeto logo para mostrar para vocês. Vou tentar deixar como está e veremos o que acontecerá, caso sentir que há problema eu refaço e sigo suas orientações. Obrigado pela ajuda!

      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s